LADY GAGA - ANÁLISE OCULTA DO VÍDEO "G.U.Y"

Katy Perry O vídeo de Lady Gaga para a música "G.U.Y" fez um monte de telespectadores se perguntarem "Que diabos eu acabei de assistir?". Embora, a princípio, o vídeo possa parecer um monte de imagens sem sentido, e aleatórias, como de costume, há um significado por trás dessas imagens e, como sempre, ele vai ao encontro da filosofia da elite oculta e sua mitologia. Neste artigo, vamos analisar o significado esotérico do vídeo "G.U.Y" de Gaga. LEIA O RESTANTE AQUI
,

Diretor de 'X-Men', Bryan Singer, Acusado de Abusar de Adolescente

[ sexta-feira, 18 de abril de 2014 | 0 comentários ]

O diretor de cinema Bryan Singer está sendo acusado de drogar, estuprar e usar seu poder como um magnata de Hollywood para explorar um adolescente em uma ação movida em 16 de abril. De acordo com documentos judiciais, Bryan Singer...


 ...manipulou o uso de seu poder, riqueza e posição na indústria do entretenimento para abusar sexualmente e explorar menores de idade por meio do uso de drogas, álcool, ameaças e incentivos que fizeram o Acusador sofrer danos psicológicos e emocionais catastróficos.
 

A ação, em seguida, menciona um segredo não tão guardado sobre Hollywood: Há grupos poderosos dentro da indústria que usam o poder e influência para explorar menores.


O réu, Bryan Singer, fez isso como parte de um grupo de homens adultos igualmente posicionados na indústria do entretenimento que mantinham e exploravam meninos em um círculo sexual sórdido. Um magnata de Hollywood não deve usar sua posição para explorar sexualmente os atores menores de idade.
 

De acordo com o autor Michael Egan, que era um aspirante a ator e modelo, o abuso começou em 1998, quando ele foi atraído para a M & C Estate, uma mansão da Califórnia conhecida por suas festas "notórias". Nessas festas de sexo e drogas, homens adultos caçavam rapazes que eram atraídos com promessas de fazê-los ter sucesso no show-business. Bryan Singer teria dito a Egan em um dessas festas que:


Os adultos que residiam ou frequentavam a M & C Estate controlavam Hollywood e podiam decidir se as aspirações e esperanças de carreira do demandante seria realizadas.
 

  Michael Egan, aos 17 anos, na época do suposto abuso.

Em uma entrevista para o Daily Beast, Egan reconhece Bryan Singer como sendo parte de um círculo de oito a dez agressores, incluindo outros atuantes de Hollywood não citados neste processo, "cujos nomes vocês vão reconhecer".

A M & C Estate foi a casa de Marc Collins-Rector, o fundador da Rede de Entretenimento Digital que agora é um criminoso sexual condenado. Em 2004, ele foi condenado por "transporte de menores com a intenção de se envolver em atividades sexuais". Em outra ação, três jovens que afirmaram que Collins-Rector abusou e os ameaçou na propriedade ganhou uma decisão à revelia de quatro milhões dólares, devido à falta de resposta do réu. Egan descreve o que aconteceu ao entrar na M & C Estate:


 Imediatamente após a lavagem cerebral começou. Eles me sentaram em uma sala e dizem para você que você é gay, o que eu não era, e que eu tinha que manter o grupo feliz. Eles constantemente empurravam você. As ameaças começaram imediatamente. Eles disseram que, se nós não os mantivessem felizes, o mal viria para nós e nossas famílias. Houve ameaças de armas. Nós fomos informados que seríamos eliminados, nossas chances de carreira seriam destruídas. Foi um inferno.

 Na casa, eram drogas colocadas em bebidas. Liquor empurrado na minha garganta. Regras da casa: Não pode usar roupas de nadar, não pode usar roupas lá fora na área da piscina. Eu fui estuprado várias vezes naquela casa. Vários tipos de abuso sexual. Você era como um pedaço de carne para estas pessoas. Eles ficavam passando você entre eles.... Se eu pudesse definir o que aquela casa era, é o mal. 
 

Os documentos do tribunal entram em detalhes gráficos: 


Cerca de 2-3 meses após Collins-Rector começar a abusar sexualmente do Acusador, o réu Bryan Singer foi socializar com Collins-Rector em torno da piscina da propriedade e o Acusador estava na piscina. De acordo com as "regras" impostas pela Collins-Rector que as pessoas na área da piscina não são autorizadas a usar roupas, o Acusador estava nu assim como estava o réu Bryan Singer. 

Collins-Rector ordenou o Acusador que saísse da piscina, o Réu Singer abraçou o Acusador e agarrou suas nádegas nuas. Eles, então, foram para a jacuzzi, onde Collins-Rector fez o Acusador sentar-se no colo dele e acariciava os órgãos genitais do demandante. Collins-Rector depois passou o garoto para o Réu Singer e o menino foi feito para sentar no colo dele.

O Réu Bryan Singer forneceu uma bebida alcoólica ao Acusador e mencionou encontrar um papel para ele em um próximo filme que ele estava dirigindo. O Réu disse ao Acusador como "esse grupo" controla Hollywood, e que ele era sexy. O Réu Singer masturbou o menino e, em seguida, fez sexo oral nele. O Réu solicitou ao Acusador para que fizesse sexo oral nele, mas o garoto resistiu. 

O Réu Bryan Singer flagrantemente desconsiderou a falta de vontade do autor da ação de fazer aquilo e forçou a cabeça do garoto debaixo d'água para fazê-lo fazer sexo oral nele. Quando o garoto tirou sua cabeça para fora da água para respirar, o Réu exigiu que ele continuasse, mas o Acusador recusou-se. O Réu então forçou o Acusador a continuar fazendo sexo oral nele do lado de fora da piscina, e, posteriormente, sodomizou o menino à força. 
 

  
 Bryan Singer em uma festa. Escolha de traje interessante. 

A comitiva de Bryan Singer nega as acusações e, é claro, ele é inocente até que se prove o contrário. Enquanto alguns possam questionar a demora antes desta ação judicial ou o seu calendário (pouco antes do lançamento dos maiores filmes de um cantor), existem alguns fatos que não podem ser negados: inúmeras fontes têm registros que afirmam que o abuso infantil é comum em Hollywood; Bryan Singer de fato participava de festas na M & C Estate, que era propriedade de um agressor condenado. Mais importante, não é a primeira vez que ele é acusado por "comportamento inapropriado" com um menor de idade.

Em 1997, um ator figurante de 14 anos de idade chamado Devin St. Albin entrou com uma ação contra Bryan alegando que os cineastas, ele e outros menores tinham pedido para ficarem nu numa cena que foi filmada nos chuveiros do vestiário de uma escola. Bryan nunca foi condenado, mas ele, no entanto, tentou filmar meninos menores de idade nus.

Não importa qual será o resultado desta ação, os fatos que a cercam nos fornecem ainda um outro olhar sobre o lado escuro e perverso de Hollywood.

Fonte: VC

Leia Mais

,

Lady Gaga "G.U.Y." - Análise em Vídeo

[ domingo, 13 de abril de 2014 | 9 comentários ]

O vídeo de Lady Gaga para a música "G.U.Y" fez um monte de telespectadores se perguntar "Que diabos eu acabei de assistir?". Embora, a princípio, o vídeo possa parecer um monte de imagens sem sentido, e aleatórias, como de costume, há um significado por trás dessas imagens e, como sempre, ele vai ao encontro da filosofia da elite oculta e sua mitologia. Vamos analisar o significado esotérico do vídeo "G.U.Y" de Gaga.
 

Fonte: VC

Leia Mais
O Significado Oculto de Lady Gaga "Applause" 
Lady Gaga traz Simbolismo MK-Ultra em Apresentação no GMA 
 

, ,

Peaches Geldof encontrada Morta, aos 25: "Súbita e Inexplicável", Um Ano após sua Iniciação na O.T.O

[ terça-feira, 8 de abril de 2014 | 8 comentários ]

A modelo e personalidade da TV Peaches Geldof foi encontrada morta em sua casa em Kent, na Inglaterra, no dia 7 de abril. Geldof era a filha do músico Bob Geldof e Paula Yates (que morreu de uma overdose de drogas em 2000). A morte de Geldof foi considerada "súbita e inexplicável" e está atualmente sob investigação. Autoridades no entanto já afirmaram que não havia nenhuma evidência de crime.

Há, porém, um elemento importante que deve ser considerado ao investigar o destino dela: Ela morreu cerca de um ano depois de anunciar aos seus fãs sua iniciação na sociedade secreta ocultista Ordo Templi Orientis (O.T.O.). Em 11 de março de 2013, Peaches twittou:


 #93#Thelema#oto para todos os meus colegas Thelemitas no instagram! 
 

 Thelema é o nome da filosofia ensinada na O.T.O. Foi escrito pelo ocultista Aleister Crowley. 

A tatuagem O.T.O. de Peaches.

 Peaches exortou seus seguidores de mídia social para aprender sobre
 a OTO, o que causou uma onda de interesse pela sociedade secreta nos 
meios de comunicação de massa (bem, notícias dos tablóides). 

A O.T.O. foi mencionada inúmeras vezes no Knowledge is Power, uma vez que é uma das mais poderosas sociedades secretas existentes hoje. Baseada na Thelema de Aleister Crowley, a O.T.O. gira em torno do conceito de magia sexual (sex magick) para atingir a iluminação espiritual. A O.T.O. se considera a verdadeira herdeira dos Templários e dos Illuminati da Baviera. Os textos de Crowley também continham várias alusões de ritual de sacrifício humano para atingir a potência mágica. Será que foi Peaches sacrificada?

Antes de ingressar na O.T.O, Peaches estava envolvida na Cientologia, em seguida, voltou-se para o judaísmo, a religião de seu marido Thomas Cohen.

 Enquanto a informação a respeito de sua morte ainda é escassa, a vida de Peaches tinha todos os elementos de uma vítima da indústria: Ela nasceu em uma instável família do show business, envolveu-se na indústria do entretenimento no início de sua vida, desenvolveu relações com membros da indústria, envolveu-se com as mais poderosas correntes espirituais da elite oculta e, finalmente, ela infelizmente perdeu a vida em circunstâncias "misteriosas", sob o feitiço de uma sociedade secreta de elite. 

Podemos estar assistindo, mais uma vez, ao lado escuro do mundo do entretenimento colocando o seu "magia" bem na cara de todos.

Fonte: VC

Leia Mais


, ,

Vintage Trazendo mais da Agenda Illuminati no Vídeo "Sign of Aquarius"

| 7 comentários ]

No artigo Doda e Vintage: Trazendo a Agenda Illuminati à Europa Oriental, vimos como o vídeo "Trees" do grupo pop russo Vintage, composto pela cantora Anna Pletnyova e o músico Alexey Romanov, descreve o objetivo final da elite oculta, ou seja, a criação de uma Nova Ordem Mundial. Desde, então, o  grupo passou a produzir vídeos ​​de música com simbolismo Illuminati cada vez mais pesados. O vídeo para a música  "Sign of Aquarius" (de seu último álbum, em russo) é mais um tipo de vídeo do qual simbolismo Illuminati explícitos são jogados na cara dos jovens espectadores sem nenhum motivo plausível. Além disso, a música glamouriza os princípios astrológicos e a tão falada Era de Aquários (também Era de Hórus), que os ocultistas definiram como uma nova era para a humanidade; uma fase em que os seres humanos iriam aprender a se tornarem seus próprios deuses. Os Illuminati estão mergulhados em diversas práticas ocultas, incluindo a astrologia e a Cabala.

O nome da canção "Sign of Aquarius" parece, portanto, um tributo à Era de Aquário, que é basicamente uma nova era governada pela filosofia luciferiana de obter divindade por meio de suas próprias forças e está sendo promovida, não só por meio da música americana, mas os Illuminati já têm alcançado diversos países no globo. A europa ocidental não poderia ficar de fora.

O vídeo é um display de quase cinco minutos de simbolismo e referências ocultas. A quantidade de simbolismo piscando na tela chega a ser perturbadora. Não há um enredo bem delineado, porém este é mais um vídeo que paga tributo à agenda oculta Illuminati. Aqui está o vídeo.


Abaixo juntamos as referências mais importantes do vídeo.

Quando o vídeo começa, e enquanto os nomes dos signos do zodíaco estão sendo 
apresentados piscando na tela, vemos a cantora Anna Pletnyova em volta de uma 
serpente e segurando uma maçã. Parece uma referência à serpente de Gênesis, que 
segundo a visão luciferianista, teria de fato "libertado" o gênero humano
 dando-lhe o conhecimento do bem e do mal.

O padrão preto e branco está em todo vídeo para representar o conceito da 
dualidade (bem e mal). Triângulos invertidos piscam sem parar durante o 
vídeo. Em um nível esotérico, triângulos invertidos são símbolos que
 representam o sagrado feminino. 

Outro símbolo que não para de piscar na tela são as 
cruzes invertidas (símbolo da Igreja de Satanás).

O Olho Que Tudo Vê pisca em cerca de
 milésimos de segundos em um trecho do vídeo.

Aqui vemos o Olho Que Tudo Vê dentro de um triângulo,
 para deixar claro que é um simbolismo Illuminati.

Enquanto isso, Anna faz o sinal do "um olho",
 em caso de você ainda não ter entendido nada.

Anna está iluminada e cercada por cães. Uma referência possível a Sirius,
 que está localizado na constelação do Cão Maior - também conhecido como 
o "Big Dog" - e por isso é conhecida como a "estrela cão". Sírius é
altamente reverenciada por sociedades secretas, como a Maçonaria, 
e referida como a Estrela Flamejante.

Sim, há uma pequena cabeça de Baphomet no meio de sua máscara.

O fim do vídeo mostra uma cena estranha, mas simbólica. Anna é elevada por
 chamas em um triângulo. como se fosse um sacrifício. Enquanto isso rapazes de
 terno e sem cabeça dançam ao redor. Agora ela é uma propriedade Illuminati.

De fato, na letra da música, ela canta:


Eles me prometeram que tudo vai dar certo [...]
Signo de Aquário, eu deixei tudo de lado e não me arrependo. 
 

Leia Mais
Doda e Vintage: Trazendo a Agenda Illuminati à Europa Oriental
Lady Gaga - Análise em Marry the Night
 



, , ,

Katy Perry "Dark Horse" - Análise em Vídeo

[ domingo, 6 de abril de 2014 | 2 comentários ]

Katy Perry "Dark Horse" é um vídeo divertido e colorido que se passa no antigo Egito. No entanto, por trás do estilo de desenho animado do vídeo, os telespectadores são expostos a uma grande quantidade de simbolismo da elite oculta e mensagens sobre o seu poder. Vamos analisar o simbolismo de "Dark Horse". 

Assista e divulgue a análise em vídeo.



Fonte: VC

Leia Mais
Katy Perry "ET" e a Agenda Reptiliana  
O Verdadeiro Significado de Katy Perry "Unconditionally"